+55 (47) 3321-2222

Pé diabético

Consiste no conjunto de alterações neurológicas, infecciosas e vasculares, que acometem os pés dos pacientes portadores de diabetes e que podem levar a complicações graves ou até mesmo à amputação e morte.

Há vários tipos de lesões que acometem o pé diabético, causando a perda da sensibilidade e a diminuição da circulação sanguínea.

Tipos de lesões

  1. Neuropatia diabética – é a perda da função dos nervos do pé, principalmente da sensibilidade dolorosa e tátil, dificultando a percepção do paciente em notar lesões ou contusões. Sem a sensibilidade, as possíveis lesões podem evoluir rapidamente e formar bolhas e feridas abertas (úlceras), possibilitando assim a entrada de microrganismos e causar uma infecção no pé.
  2. Úlceras diabéticas – são feridas abertas ocasionadas por aumento da pressão local ou por ferimento (corte) na pele. Normalmente, mas não obrigatoriamente, relacionadas com a insuficiência de circulação sanguínea do pé. Em casos graves, é necessária a cirurgia para limpeza e debridamento das lesões mais profundas ou até mesmo a amputação de dedos ou parte do pé para sanar a infecção.
  3. Infecção – o paciente diabético com infecção grave apresenta mal-estar geral, febre alta e aumento dos níveis de açúcar no sangue que se apresenta por meio do surgimento de abcesso, secreção purulenta, mau cheiro, área inchada e avermelhada.

 

Agendar
Agendamento On-Line IOT
Agende sua consulta no IOT via Whatsapp clicando no botão abaixo.
Powered by