+55 (47) 3321-2222

Pé plano na infância

O recém-nascido tem ossos formados por matrizes de cartilagem, que ainda não estão calcificadas, e, por isso, seus pés são muito flexíveis e apresentam-se planos ou, até mesmo, levemente convexos. O arco plantar começa seu desenvolvimento por volta do quarto ou quinto ano de vida, quando a musculatura está em pleno desenvolvimento,

Durante o processo de desenvolvimento da criança, os fatores mais importantes a serem avaliados é a presença de dor e a rigidez das articulações envolvidas.

O pé plano flexível assintomático não é uma doença, mas uma variação anatômica determinada geneticamente, quando não apresenta dor e nem rigidez.

Com o crescimento da criança, o pé pode vir a tornar-se sintomático (pé plano flexível sintomático) e pode vir a ocorrer dor, principalmente, após alguma atividade física mais intensa.

Já o pé plano com rigidez das articulações (pé plano rígido), pode estar associado com fusões ou deformidade ósseas congênitas dos pés. Nesses casos ocorre perda do movimento de inversão e eversão do pé (para dentro e para fora).

A fisioterapia e o alongamento ajudam a dar condicionamento e reforçam a musculatura envolvida na sustentação. O uso de palmilhas também pode ajudar na diminuição da dor e a cirurgia é indicada apenas em casos mais avançados.

Agendar
Agendamento On-Line IOT
Agende sua consulta no IOT via Whatsapp clicando no botão abaixo.
Powered by