+55 (47) 3321-2222

Artrose

É a mais comum das doenças articulares e caracteriza-se pelo desgaste progressivo das cartilagens do joelho. Seu impacto econômico é enorme, graças à incapacidade que provoca nos pacientes. É uma doença ainda sem uma causa exatamente conhecida. Sabe-se que é multifatorial, ou seja, ocorre devido a vários fatores como envelhecimento natural, a obesidade ou sobrepeso, excesso de impacto no joelho, alterações do eixo do joelho, a fraqueza muscular e a herança familiar.

Os sintomas são geralmente dor, que tem a característica de se iniciar de leve intensidade e piorar lentamente com o passar do tempo, inchaço, dificuldade para caminhar, limitações dos movimentos do joelho, deformidades (“joelhos entortando”) e crepitação articular.

O tratamento é inicialmente realizado de forma conservadora (sem necessidade de cirurgia) e tem como objetivo o alivio da dor. É realizado com medicações analgésicas e anti-inflamatórias, condroprotetores e viscossuplementação (aplicação de ácido hialurônico dentro do joelho), mudanças de hábitos de vida, uso de bengalas, perda de peso, exercícios de fortalecimento e equilíbrio muscular.

O tratamento cirúrgico é indicado quando a artrose é avançada ou o tratamento conservador não tem o resultado esperado no alivio da dor. Quando a artrose é leve pode ser realizado uma cirurgia por videoartroscopia para debridamento e regularização das lesões condrais e meniscais. Quando o desgaste é somente em um compartimento do joelho e existe desvio de eixo (joelho torto) pode ser realizado uma cirurgia de osteotomia óssea que serve para alinhar novamente o membro inferior corrigindo o eixo mecânico.

A cirurgia mais realizada é a de prótese total do joelho onde é feita a substituição da articulação desgastada por um joelho novo composto por peças metálicas e plásticas (polietileno).

Agendar
Agendamento On-Line IOT
Agende sua consulta no IOT via Whatsapp clicando no botão abaixo.
Powered by